25 ANOS DE SUCESSO, O ROTEIRO DA CIDADE!

Colunistas

Coluna: Viajar é Viver

08/12/2017
Experiências no Chile

Seguimos na “vibe” da maravilhosa cidade de Santiago, no Chile. A Karoline Alberti esteve no local durante o inverno e relatou algumas sugestões e dicas.

Hospedagem:
Pela primeira vez aluguei um apartamento pelo aplicativo Airbnb®, pois era bem mais barato que um hotel. Fui sozinha e, por sorte, o apartamento era no 24º andar de um edifício bem localizado, perto do Cerro de Santa Lucía, do Bairro Bellavista, museus, supermercado, estações de metrô e da Rua Augustinas, onde se pode encontrar casas de câmbio, com valores melhores que no Brasil e, facilmente, trocar os pesos que sobrarem no final da viagem por reais.

Neve e passeios:
Acredito que a maioria das pessoas tenha vontade de conhecer a neve e para mim, que sempre foi um sonho, posso afirmar: vale a pena e você não vai passar frio! Eu contratei todos os passeios aqui do Brasil e como existem várias empresas, é preciso pesquisar os preços, pois eles variam bastante. Fiz um passeio panorâmico em duas estações de esqui: Los Farellones, que tem muitos brinquedos e uma gôndola espetacular; e a famosa Vale Nevado. Para quem deseja aprender a esquiar, nos sites das estações é possível contratar aulas. Você tem que contratar um transporte e precisa de pelo menos dois dias nas montanhas. Não recomendo ir sozinho dirigindo, pois são mais de 60 curvas íngremes e uma hora de subida. Sugiro também alugar alguns equipamentos antes de subir a montanha como botas, calça, jaqueta e luva. No meu caso, o guia me levou até uma loja em Santiago, sendo que todo o traje custou 25.000 pesos chilenos.

Principais pontos turísticos:
Com certeza as estações de esqui foram o ponto alto da viagem, mas quem visita Santiago não pode deixar de jantar no Patio Bellavista, visitar o Cerro Santa Lucía ao entardecer e após isso pegar o teleférico da cidade. Munida de um mapa, usei o metrô para me locomover. Além disso, o maior shopping da América do Sul, o Costanera Center, conta com o Skydive, um mirante de 360 graus que está a 300 metros de altura. O passeio a Viñadel Mar e Valparaíso, mesmo no inverno, é delicioso. Também visitei uma das casas de Pablo Neruda, conheci as alpacas e almocei nas margens do Pacífico, observando centenas de pelicanos. Muito lindo!
Leia também:
Leia também:
Leia também: