25 ANOS DE SUCESSO, O ROTEIRO DA CIDADE!

Colunistas

Coluna: Viajar é Viver

18/08/2017
Dicas de Viajante

Nas próximas edições do Viver, vamos falar um pouco sobre as experiências de alguns viajantes. Nossas primeiras aventuras passam pelo Peru e Bolívia, na ótica de Alexandre Tondo, que esteve nos locais em julho deste ano. 
No Peru, ele conheceu Cusco, a capital do império Inca. É lá que há o acesso para a cidade de Machu Picchu e para todos os sítios arqueológicos, tais como o ollantaytambo, sacsayhuaman, pisac e muito outros. 
Na fronteira entre o Peru e a Bolívia, é possível conhecer o Lago Titicaca, que é o maior lago altiplânico do mundo. Nele se originou toda a mitologia andina, base para a cosmovisão de todos os povos dos Andes, entre eles: os Incas, Wari e Tiauanaco. 
Também na Bolívia, está o maior deserto de sal do mundo, o Salar de Uyuni, onde até os hotéis são feitos de sal! O mar que ali existia desapareceu e deixou apenas o cloreto de sódio, uma beleza única. “As terras andinas possuem uma riqueza cultural fantástica e imensurável. A energia do lugar transmite paz e um sentimento de felicidade tão grande que faz qualquer um querer ficar ali. Não é à toa que todos os anos, milhões de turistas do mundo inteiro escolhem o local para passar suas férias”, enfatiza Alexandre. 
Graças ao turismo, que existe há apenas 30 anos nos Andes, a língua e a população quéchua estão sendo cada vez mais respeitadas e ganhando espaço na sociedade. As atividades turísticas ajudam a conservar a cultura local e o mais importante, mostra o verdadeiro valor dos povos andinos.

 
Leia também:
Leia também:
Leia também: